Relação com Agências e Outros Programas

O IMS/CAT tem desenvolvido parcerias com o Ministério da Saúde, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Vitória da Conquista, a Secretaria de Saúde da Bahia (SESAB) e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) através de vários projetos de pesquisa e extensão. Além disso, o Mestado Profissional em Psicologia da Saúde conta com uma parceria interinstitucional com a UESB, onde há também um curso de Psicologia, no campus de Vitória da Conquista. A UESB mantém um Centro Universitário de Atenção à Saúde (CEUAS) onde são atendidos usuários da região em 20 especialidades. O convênio estabelecido entre a UESB e a UFBA já prevê o uso do CEUAS como campo de estágio e de pesquisa (a declaração dessa parceria segue em anexo). O CEUAS promove ações de cuidado e prevenção junto à comunidade local.
O Mestrado Profissional em Psicologia da Saúde do IMS/UFBA conta também com uma parceria com o HealthRise, um programa fundado pela fundação Meditronic e tem o objetivo de contribuir com a Organização Mundial da Saúde na meta de redução de 25% da mortalidade associada à morte prematura decorrente das doenças crônicas não transmissíveis, como as doenças cardiovasculares e diabetes, até 2025 através do financiamento de projetos comunitários na Índia, EUA, África do Sul e Brasil.
No âmbito da pesquisa, os docentes permanentes têm desenvolvido parcerias e colaborações com outras IES do país. Atualmente, o docente Paulo Coelho Castelo Branco tem realizado parceria com a UFMG, UFU e a UCDB através dos seguintes projetos de pesquisa, respectivamente: “Recepção, Circulação e Disciplinarização da Psicologia no Brasil: Objetos psicológicos e comunidades científicas” e “Disciplinarização, institucionalização e profissionalização da Psicologia: notas para uma história da psicologia no Mato Grosso do Sul”; Grupo de Pesquisa Subjetividade e Práticas Clínico-Sociais, Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Psicologia e Laboratório de Psicologia e Educação Helena Antipoff.
A docente Andréa Batista de Andrade Castelo Branco tem colaborado com o projeto de pesquisa “Subjetividade e Transdisciplinaridade - Promoção da Saúde e Estratégia Saúde da Família: processos de trabalho e integralidade” e com o grupo de pesquisa “Subjetivação e Processos Sociais”, ambos vinculados à PUC-Minas. Tais parcerias possibilitaram a apresentação de trabalhos sobre integralidade em eventos científicos e a elaboração de artigos que foram submetidos a periódicos acadêmicos.
A docente Lívia Botelho Felix têm realizado parcerias com a UFPE através dos projetos de pesquisa “Representação social e alteridade” e “Analisando representações sociais e práticas profissionais no campo da saúde mental infanto-juvenil.”, respectivamente. Além disso, a docente compõe o grupo de pesquisa “Representações e práticas sociais”, vinculado ao Laboratório de Interação Social Humana (LABINT – UFPE). As pesquisas versam sobre a prática profissional na construção dos cuidados em saúde mental infantil, bem como sobre as drogas, usuários de drogas e práticas de consumo. Os resultados das pesquisas já têm sido publicados em revistas científicas e apresentados em eventos científicos do país.
A docente Carmem Virgínia Moraes da Silva realiza parceria com a UNEB através do projeto de pesquisa “Desenvolvimento Social” e do Grupo de Pesquisa e Estudos Infância e Educação Infantil. A docente Milena Maria Sarti mantem parcerias de pesquisa com a USP-Ribeirão Preto através do grupo de pesquisa “A análise do discurso e suas interfaces: letramento, autoria e psicanálise”. A docente Patrícia Martins de Freitas, mantem parcerias com os grupos de pesquisa “Neuroclinic – Laboratório Pesquisa em Neurologia Clínica” (UFBA-Salvador) e “Neuropsicologia e Desenvolvimento Humano” (UFMG). Tais parcerias têm resultado em trabalhos premiados e publicações científicas.
Na coordenação de atividades de extensão, as docentes Monalisa Nascimento dos Santos Barros e Edi Cristina Manfroi desenvolvem o projeto “Iniciação, transição e adaptação para a parentalidade” mediante parceria entre a UFBA e a UESB, cuja proposta principal é desenvolver ações e instrumentos de prevenção à violência obstétrica no município de Vitória da Conquista - BA.